30 de nov de 2011

Oi pessoal!
Como todos sabem, dia 28/11/2011 iniciou a campanha das Cartinhas de Natal dos Correios. Ano passado eu já queria ter apadrinhado uma, mas com alguns contratempos, não consegui! Neste ano eu pensei: vou participar... Ontem, no meu intervalo de almoço, estava determinada: iria até a agência dos Correios para ler as cartinhas. Confesso que fiquei um pouco decepcionada, pois praticamente todas as que li, pediam muito mais do que eu esperava. Haviam pedidos de roupas, calçados, comida, doces, material escolar, computador e playstation 2 em uma única carta... fiquei de queixo caído! E as que não tinham muita coisa, tinham muitos envolvidos... além da criança, era citado TODOS os irmãos com nomes e idades... Ai vc pensa: apadrinhar a cartinha e mandar somente para a criança que escreveu é frustrante, pois os irmãos também eram crianças...
Quando pensei em desistir, eis que olho para uma cartinha que na verdade não era carta, era apenas 2 linhas... Fiquei com o bilhete entre os dedos e pensei: é tão inocente, tão pouco... Decidi: é essa!
Me emocionei de verdade, pois se vê com clareza que o desejo é de uma criança, e não dos pais... O que me chamou atenção foi isso, o pouco! Assim, vou comprar o presente e mais alguma coisa para complementar o pedido tão simples, e espero que eu faça a diferença no Natal dela, assim como ela fez com o meu.
Pois na maioria das vezes, passamos a ceia com a mesa repleta de comida, que nem sempre vamos conseguir comer tudo que há nela, enquanto muitos vão dormir de barriga vazia para despistar a fome. Por diversas vezes, compramos coisas que nunca serão usadas, quando muitas crianças querem apenas uma esperança de que no mundo ainda existe o bem... Graças ao meu bom Deus, vou fazer minha parte e atender o pedido da Ariele!

Agradeço a Deus por me proporcionar este momento!

Agora, divido com vocês, o bilhete que me cativou!


Um grande beijo a todos que por aqui passarem!

26 de nov de 2011

Um oizinhooo!

Gente, me contem POR FAVOR: que loucura é essa?? Já estamos no final do ano?? É sério que já é quase Natal?? Meu Deus! E eu ñ tive tempo nem de fazer uma "artezinha"???

Verdade, não fiz nada para este Natal... Que vergonha! Mas acontece que o dia-a-dia está a mil... tem noites que chego em casa e me pergunto se eu respirei durante o dia... nossa, estou ficando apavorada... Onde estão aqueles finais de tarde com a família?? O chimarrão depois do trabalho?? Por onde andam os amigos? (Falo daqueles, DE VERDADE!) Cada ano que passa, parece que fica tudo mais distante...

Bom, no meio tempo que me sobra, consegui terminar 2 paninhos de boca. um para o Mathias que já chegou no pedaço e outro para o Arthur, que mais uma semaninha está ai!




Um ótimo domingo pra vcs, até breve!

Beijos!

4 de nov de 2011

Para refletir! Um ótimo final de semanaaaaa!

 Insistir naquilo que já não existe é como calçar um sapato que não te cabe mais. Machuca, causa bolhas, chega a carne viva e sangra. Então é melhor ficar descalço! Deixar livre o coração, enquanto vive. Deixar livre os pés, enquanto cresce. Porque quando a gente cresce, o número muda... E às vezes você tem que esquecer o que você QUER para estar pronto para receber o que você MERECE.

Um beijo a todas!